- Pubalgia do Atleta

PONTOS IMPORTANTES

Sinal da fenda secundária: hipersinal em T2 ou extravasamento do meio de contraste injetado na sínfise púbica com direção inferoalteral para junto ao aspecto anterioinferior do corpo púbico na topografia da origem dos tendões do adutor curto, do grácil e do pectíneo. Sua presença pode indicar rotura / avulsão parcial destes tendões.

Sinal da fenda superior: hipersinal em T2 ou extravasamento do meio de contraste injetado na sínfise púbica no plano da margem inferior do ramo púbico superior. Trata-se de uma “fenda” em posição mais cranial do que a fenda secundária, em topografia entre o corpo púbico e a aponeurose pré-púbica (aponeurose do reto abdominal – adutor longo). Indica destacamento parcial ou completo da junção tenoperiosteal da aponeurose pré-púbica ao tubérculo púbico.

Ambos os padrões de lesão (fendas secundária e superior) podem ocorrer concomitantemente e bilateralmente, de forma simétrica ou assimétrica. Podem associar-se roturas parciais das inserções dos retos abdominais e das origens dos adutores longos.

Etiologicamente, estes sinais são classicamente relacionados a microtraumas de repetição em atletas e gestantes, a chamada pubalgia do atleta. Entretanto, é importante reconhecer que, em traumas de alto impacto, pode haver rotura completa da aponeurose pré-púbica, com separação completa entre o adutor longo, o tubérculo púbico e o reto abdominal, podendo estar associada a diferentes graus de estiramento e rotura de outros tendões adutores (pectíneo, adutor curto, etc…). Dessa forma, temos 4 possíveis padrões de lesão (que podem estar associados):

  • Rotura avulsiva parcial dos tendões do adutor curto, do gráficl e do pectíneo (sinal da fenda secundária)
  • Destacamento da porção lateral da junção tenoperiosteal da aponeurose pré-púbica
  • Destacamento da porção central da junção tenoperiosteal da aponeurose pré-púbica
  • Rotura / avulsão completa do adutor longo

Dessa forma, é importante:

  • Diferenciar os padrões de lesão presentes
  • Se houver destacamento da aponeurose pré-púbica, descrever sua extensão
  • Distinguir destacamentos aponeuróticos laterais de centrais. Os centrais podem ter extensão variável às porções laterais da junção tenoperiosteal.
  • Diferenciar osteíte púbica e edema subentesial:
    • Osteíte púbica: edema ósseo em toda a extensão anteroposterior do corpo púbico. Indica instabilidade e sobrecarga mecânica. Maior associação com destacamento da aponeurose pré-púbica.
    • Edema subentesial: edema ósseo somente no aspecto anterior do corpo púbico (no tubérculo púbico). Relacionado a mecanismo tracional associado a avulsão tendínea.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

  1. Mullens, F. E., Zoga, A. C., Morrison, W. B., & Meyers, W. C. (2012). Review of MRI Technique and imaging findings in athletic pubalgia and the “sports hernia.” European Journal of Radiology, 81(12), 3780–3792. https://doi.org/10.1016/j.ejrad.2011.03.100. [Pubmed]
  2. Khan, W., Zoga, A. C., & Meyers, W. C. (2013). Magnetic resonance imaging of athletic pubalgia and the sports hernia: Current understanding and practice. Magnetic Resonance Imaging Clinics of North America, 21(1), 97–110. https://doi.org/10.1016/j.mric.2012.09.008 [Pubmed]

COMO LAUDAR

Destacamento tenoperiosteal parcial da porção central da aponeurose pré-púbica (reto abdominal – adutor longo) do tubérculo púbico, sem / com extensão do destacamento à margem lateral esquerda / direita / bilateral  da junção tenoperiosteal.

xxx Associa-se sinal da fenda secundária à esquerda / direita / bilateral, com coexistência de rotura parcial das origens dos tendões do pectíneo, grácil e/ou do adutor curto.

xxx Associa-se rotura parcial aguda / crônica da origem do tendão do adutor longo, à esquerda / direita / bilateralmente.
xxx Associa-se rotura / desinserção parcial do reto abdominal esquerdo / direito / bilateralmente.

xxx Associa-se edema ósseo subentesial no aspecto anterior do corpo púbico.
xxx Associa-se edema ósseo do corpo púbico esquerdo / direito / bilateral e irregularidades da sínfise púbica, indicando osteíte púbica, indicando provável instabilidade / sobrecarga mecânica.

Destacamento tenoperiosteal parcial da margem lateral da aponeurose pré-púbica (reto abdominal – adutor longo) do tubérculo púbico à direita / esquerda / bilateralmente, estando a porção central da junção tenoperiosteal íntegra.

Sinal da fenda secundária à esquerda / direita / bilateral junto à sínfise púbica, indicando rotura parcial das origens dos tendões do pectíneo, grácil e/ou do adutor curto.

xxx Não há sinais de destacamento tenoperiosteal da aponeurose pré-púbica da sínfise púbica.

xxx Coexiste destacamento tenoperiosteal parcial da porção central da aponeurose pré-púbica (reto abdominal – adutor longo) do tubérculo púbico, sem / com extensão do destacamento à margem lateral esquerda / direita / bilateral  da junção tenoperiosteal.

xxx Coexiste destacamento tenoperiosteal parcial da margem lateral da aponeurose pré-púbica (reto abdominal – adutor longo) do tubérculo púbico à direita / esquerda / bilateralmente, estando a porção central da junção tenoperiosteal íntegra.

xxx Associa-se rotura parcial aguda / crônica da origem do tendão do adutor longo, à esquerda / direita / bilateralmente.
xxx Associa-se rotura / desinserção parcial do reto abdominal esquerdo / direito / bilateralmente.

xxx Associa-se edema ósseo subentesial no aspecto anterior do corpo púbico.
xxx Associa-se edema ósseo do(s) corpo(s) púbico(s) e irregularidades da sínfise púbica, indicando osteíte púbica, indicando provável instabilidade / sobrecarga mecânica.

Rotura avulsiva completa da origem do tendão adutor longo direito / esquerdo, com retração do coto miotendíneo em cerca de __ cm, e associada a coleção líquida / hematoma na região da rotura com volume aproximado de __ mL, além de edema de partes moles regionais.

xxx Edema / estiramento do ventre muscular do pectíneo / adutor curto direito / esquerdo.

xxx Associa-se edema ósseo subentesial no aspecto anterior do corpo púbico.
xxx Associa-se edema ósseo do(s) corpo(s) púbico(s) e irregularidades da sínfise púbica, indicando osteíte púbica, indicando provável instabilidade / sobrecarga mecânica.